Vistoria veicular: entenda os tipos e as principais orientações

Realizar a vistoria veicular é uma tarefa imprescindível em situações de compra e venda de um carro, e até mesmo na contratação do seguro auto. 

Através desse processo, são checadas as características originais do veículo e as condições de uso dos equipamentos obrigatórios, bem como a documentação do mesmo. 

O procedimento é fundamental para evitar fraudes e a circulação de automóveis em condições inadequadas, que podem colocar vidas em perigo no trânsito.

Mas você sabe o que é preciso para fazer vistoria veicular, o que é verificado e quais os tipos de vistorias? Entenda mais sobre o assunto e veja dicas importantes para você ficar em dia com esta obrigação.

Um seguro auto pode ajudá-lo e muito na proteção de seus bens. Preencha este formulário e faça uma cotação de seguro ideal para você e seu bolso.

Vistoria veicular: o que é?

A vistoria é uma avaliação obrigatória prevista por lei no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Ela é regulamentada pelos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) de cada estado.

O objetivo é verificar quais são as condições de conservação e manutenção, além da autenticidade de carros, motos, ônibus e caminhões em circulação no território nacional. 

Para isso, são analisados a documentação e os itens e equipamentos essenciais para que um veículo transite com segurança.

Laudo veicular

Vistoria veicular laudo veicular
Fonte: Pxhere

Se a vistoria do carro for aprovada e confirmar as boas condições e paridade com as normas do Detran, é emitido o laudo veicular. 

Esse documento é validado pelo órgão, e comprova que o veículo está apto tanto para ser negociado como para circular nas ruas e rodovias em território nacional. 

O laudo também atesta a autenticidade de informações como o número do chassi e do motor, e que tudo está em conformidade com os registros do Detran. 

É importante ressaltar que o laudo veicular tem validade em todo o estado. Mesmo em caso de mudança de cidade, o proprietário deverá realizar um novo vistoriamento em seu carro.

Contrate seu seguro de carro com um especialista!

Contar com a ajuda de profissionais especializados pode ser um grande diferencial na hora de contratar o seguro auto. 

E na Smove, contamos com um time preparado para indicar os detalhes mais importantes e procurar por cotações que sejam ideais para as suas necessidades

Por isso, na hora de contratar um seguro para o seu carro, faça o seu orçamento com a gente. Trabalhamos com as melhores seguradoras do mercado e sempre em busca de condições especiais para garantir a proteção do nosso cliente. 

Tipos de vistoria veicular

Você sabia que existem diferentes tipos de vistoria para automóveis? 

Embora a premissa de todos seja a mesma — atestar as boas condições e a legalidade do automóvel —, elas diferem de acordo com os objetivos e necessidades do proprietário

Entenda sobre cada modalidade de vistoria e em quais situações elas são necessárias. 

Vistoria prévia

Vistoria veicular vistoria previa
Fonte: Pixabay

Quando o proprietário vai contratar um seguro auto, o veículo deve passar pela vistoria prévia. 

É por ela que a seguradora avalia as condições do veículo e valida as informações incluídas na apólice. Assim, a empresa que vai proteger o carro certifica que ele está regularizado e pronto para circular sem nenhum impedimento. 

Se o contratante optar por incluir novas coberturas na apólice, trocar de seguradora ou renovar o seguro após o prazo de vencimento, uma nova vistoria deverá ser feita.

Vistoria cautelar ou de procedência

Este tipo de vistoria é obrigatório quando o carro é colocado à venda, seja por uma revendedora, concessionária ou pelo próprio dono. 

Além de fornecer uma avaliação geral do veículo, o objetivo é confirmar sua originalidade, evitando golpes e protegendo as partes envolvidas na negociação.  

Para isso, são analisados o estado de conservação e autenticidade das peças, chassi e motor, garantindo realmente não se tratar de um veículo roubado. 

Outra etapa importante da vistoria cautelar é a verificação do histórico do automóvel no banco de dados do Detran. Esta consulta vai atestar que o mesmo seja vendido sem nenhuma pendência legal capaz de gerar transtornos ao comprador. 

Vistoria de transferência

Vistoria veicular de transferência
Fonte: Pixabay

A vistoria veicular para transferência é feita para constatar quais as condições do veículo e se ele está em conformidade com a lei.

Neste caso, é verificado se houve algum tipo de alteração no chassi e outros componentes do veículo, como rebaixamento da suspensão. 

Os dados cadastrais também são confirmados, já que o laudo emitido será utilizado para dar entrada nos documentos.   

Geralmente a vistoria de transferência é exigida quando a documentação é passada para um novo dono ou em casos de mudança de cidade. Mas existem outras situações em que essa modalidade é obrigatória:

  • Carro procedente de busca e apreensão; 
  • Alterações nas características de fábrica do veículo; 
  • Compra através de financiamento;
  • Ocorrência de sinistro.

Visto móvel

A vistoria móvel é uma modalidade em que o veículo é verificado fora do Detran ou das empresas regulamentadas pelo órgão para realizar este serviço. 

Para requerer este tipo de visto, é preciso de uma autorização especial do Detran. Esta é uma verificação mais comum em caminhões e veículos com mais de 10 toneladas, e automóveis revendidos em pátios públicos.

Como fazer vistoria veicular?

vistoria veicular como fazer
Fonte: Pixabay

Embora seja um processo simples, algumas dúvidas podem surgir sobre como fazer vistoria veicular. 

Saiba que a partir da realização do agendamento e do pagamento das taxas, é muito fácil e rápido obter o laudo que comprovará a regularização do seu veículo.

Entenda melhor sobre como realizar a verificação do automóvel.

Há diferença entre vistoria veicular e inspeção?

Você certamente já ouviu falar em inspeção veicular. E se você acha que esse termo equivale à vistoria, fique sabendo que são dois processos diferentes

De maneira geral, a vistoria é um processo de avaliação mais visual, que não utiliza aparelhos para uma verificação mais técnica (como decibelímetro e anemômetro).

Também são verificados documentos e histórico do veículo, as gravações do chassi, motor, carroceria e outros itens.

Por outro lado, a inspeção veicular já é feita por um engenheiro ou técnico habilitado. Ela é uma avaliação mais aprofundada das condições do carro, com o uso de instrumentos de medição para assegurar o bom funcionamento dos componentes veiculares. 

Os principais casos em que a inspeção é necessária envolvem a alteração de características como mudança no motor, mudança de rota ou instalação do Gás Natural Veicular (GNV).

O que é preciso para fazer vistoria veicular?

Vistoria veicular o que preciso
Fonte: Pxhere

O vistoriamento é feito sob agendamento e tem a fiscalização do Detran. O órgão credencia ainda algumas empresas para realizar este procedimento. Elas são chamadas de Empresas Credenciadas de Vistoria (ECV).

Deverão ser apresentados os documentos do veículo, que serão analisados juntamente com os débitos e eventuais restrições. Em seguida, o carro passa pela vistoria para saber se os itens atendem às normas especificadas.

Vale lembrar que o Detran atua de maneira independente, por isso o que vale em um estado pode ser diferente em outro — por exemplo, a existência de taxas a serem pagas. 

Vistoria de moto: como fazer?

Para realizar a vistoria de moto, seja na compra/venda ou pela regularização dos documentos, o processo não difere muito da vistoria de carro. 

Além do agendamento prévio e apresentação de documentos para análise, o Detran ou a ECV responsável pela verificação vai inspecionar os itens que deverão estar de acordo com a legislação. 

No caso das motos, o itens a serem verificados são os seguintes: funcionamento das luzes de sinalização, lacre da placa, pintura, número do chassi e numeração do motor.

O que é vistoriado na transferência de veículo?

Vistoria veicular o que é vistoriado
Fonte: Pixabay

Como já explicamos, a vistoria trata mais da questão visual do veículo, sem um aprofundamento técnico dos componentes. 

Portanto, é importante que o proprietário esteja com itens de segurança e equipamentos obrigatórios em excelente estado, como faróis e lanternas, vidros retrovisores e pneus . 

Também serão verificadas as datas das peças e mangueiras, as etiquetas e gravações no vidro e as numerações de identificação do chassi e do motor. 

Além disso, como já destacamos, os tributos relacionados ao automóvel deverão estar todos em dia.

Quando é necessário fazer vistoria veicular?

O vistoriamento é obrigatório em processos de transferência da propriedade e regularização do veículo, como emissão de segunda via dos documentos.

Existem ainda outras situações em que é necessária a vistoria do carro. Em casos de mudança de município, o proprietário deve realizar uma nova verificação, assim como após a alteração de características do veículo.

Também é exigido o processo no licenciamento de veículos com mais de 5 anos de fabricação, mudança de categoria e ocorrência de sinistro de seguro auto.

Documentos necessários

Vistoria veicular documentos necessários
Fonte: Pxhere

Além dos documentos pessoais — habilitação e carteira de identidade do solicitante —, é obrigatória a apresentação do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) e do Certificado de Registro de Veículo (CRV), necessário para a transferência.

Em caso de vistoria prévia, para contratação ou atualização de seguro auto, os dados da seguradora, do corretor e os documentos de contratação também deverão ser entregues.

Quanto tempo dura uma vistoria veicular?

Depois de realizada a vistoria do veículo, os dados são transferidos para um sistema vinculado ao Detran e o laudo veicular pode ser impresso na hora. 

Quando o laudo é aprovado, o período de validade é de 30 a 60 dias, conforme a análise do órgão.

Caso o laudo seja reprovado, a validade cai para 30 dias. Durante esse tempo, o proprietário deverá correr atrás da regularização do veículo antes de realizar uma nova vistoria.

Qual o valor de uma vistoria veicular?

Vistoria veicular qual o valor
Fonte: Pixabay

Calcular o valor a ser pago pela vistoria em veículos não é uma tarefa exata, visto que alguns fatores são determinantes no custo final.

De modo geral, as modalidades de vistoriamento possuem valores diferentes. Por isso, o tipo de serviço que será feito vai impactar de alguma maneira. 

É possível ainda que seja cobrada uma taxa de agendamento. A decisão cabe ao Detran de cada estado, uma vez que eles são independentes entre si.

Quanto custa a vistoria veicular para transferência?

Da mesma forma, o custo da vistoria para transferência será variável justamente pela isonomia do Detran.

Explicando, o órgão atua de forma independente de estado para estado. Por isso, as taxas praticadas em São Paulo não serão necessariamente as mesmas de Goiás, por exemplo.

Em 2019, o estado que ofereceu menor valor de transferência foi o Amapá, com a taxa custando R$ 41,03. Em contrapartida, o estado do Piauí praticou o maior preço, com o custo da transferência saindo a R$ 304,38. 

Quem paga o laudo de vistoria veicular?

Vistoria veicular quem paga o laudo
Fonte: Pxhere

Em situações de compra e venda do veículo, a responsabilidade por pagar pelo laudo veicular cabe ao comprador. Ele será responsável por providenciar as alterações nos documentos do veículo junto ao Detran. 

Já em outras situações, como a realização da vistoria prévia ou a cautelar, é o proprietário do veículo quem se responsabiliza pelo pagamento dos custos deste processo.

Onde fazer laudo de vistoria veicular

Até alguns anos atrás, a obtenção do laudo de vistoria veicular só era possível na sede do Detran. Entretanto, o órgão flexibilizou o serviço para torná-lo mais ágil. 

Nesse contexto, surgiram as Empresas Credenciadas de Vistorias (ECV). Elas são designadas pelo próprio Detran e estão autorizadas a realizar a avaliação do carro, bem como emitir o laudo.  

Posso fazer vistoria em outra cidade?

Vistoria veicular posso fazer em outra cidade
Fonte: Freeimages

Como o laudo tem validade restrita ao estado onde o processo é feito, é imprescindível realizar a vistoria na cidade onde o veículo será utilizado

Dessa maneira, você evita que o certificado não tenha validade e seu veículo fique com impedimentos para transitar. 

Agendamento de vistoria veicular

Para que a vistoria seja realizada, é necessário fazer um agendamento prévio. Antes de mais nada, decida-se entre fazer a avaliação no Detran ou em alguma das empresas credenciadas. 

No site do órgão estadual, você poderá encontrar uma lista com as ECV indicadas, bem como emitir a taxa de agendamento, caso ela seja cobrada. 

Após o pagamento, acesse novamente a página do Detran e preencha a ficha de cadastro de vistoria, escolhendo o melhor dia e horário. 

Se no seu estado não for possível realizar este processo on-line, compareça à sede estadual do Detran e prossiga com o agendamento presencial. 

Carros que não precisam fazer vistoria

vistoria veicular carros que não precisam fazer vistoria
Fonte: Pixabay

Sabia que carros novos não precisam passar pela vistoria anualmente? Essa é uma informação que muitas vezes passa despercebida pelo condutos. 

A lei diz que veículos com mais de 5 anos de fabricação devem ser vistoriados todo ano para garantia do licenciamento.

Dessa forma, se você adquiriu um carro zero, será obrigado a passar pela vistoria apenas na contratação de um seguro auto ou se optar por realizar alguma alteração nas características originais de fábrica. 

Checklist para fazer uma vistoria 

Como já explicamos, na vistoria do carro, uma série de itens de segurança e equipamentos obrigatórios serão analisados, assim como a documentação do veículo. 

Somente por meio desta avaliação será possível atestar que o automóvel garante a segurança dos seus ocupantes e condutores de outros carros. 

Antes de levar o carro para verificação, uma boa dica é elaborar um checklist do que será analisado e se certificar de que os itens se apresenta nas condições exigidas.

Itens verificados na vistoria do veículo

Não se esqueça de apresentar os Certificados de Registro de Veículos (CRV) e de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV). Conferir a documentação é a primeira etapa do processo de vistoriamento. 

Em seguida, os responsáveis vão checar as condições dos seguintes itens no veículo:

  • número do motor; 
  • número do chassi;
  • itens de identificação, como etiquetas, gravação dos vidros e lacre das placas;
  • sistema de iluminação (faróis alto e baixo, luz de placa, lanternas de freio, luz de ré, acionamento das setas, entre outros);
  • estado de conservação e modelo dos pneus;
  • itens de segurança (triângulo, extintor de incêndio dentro da validade, entre outros);
  • equipamentos obrigatórios (buzina, quebra sol, velocímetro, retrovisores, cintos de segurança, limpador de para-brisa);
  • altura da suspensão;
  • película fumê (se tiver, dentro das normas estabelecidas);
  • blindagem (se tiver, sem desgaste e especificada na documentação).

Vistoria veicular para Uber

Vistoria veicular para uber
Fonte: Pixabay

Realizar a vistoria do veículo é um processo obrigatório para quem dirige em aplicativos como a Uber. 

Sem essa avaliação, o motorista não consegue obter o Certificado de Segurança do Veículo de Aplicativo (CSVAPP) e pode sofrer sanções e multas sem o documento. 

Para fazer a vistoria do carro, o processo é comum a qualquer tipo de veículo. Quem trabalha para a plataforma com carros alugados conta ainda com a vistoria feita nas locadoras, que minimiza o gasto com taxas a cada nova revisão. 

O que não passa na vistoria veicular?

Para minimizar as chances de reprovação na vistoria veicular, o proprietário deve se atentar a algumas situações que podem contribuir para a negativa no laudo. 

Veículos rebaixados ou com a integridade da suspensão alterada serão reprovados, assim como carros cujos pneus não apresentam boas condições e a largura exceda o limite da carroceria.

Outro fator que pode impedir a aprovação é apresentar janelas com rachaduras ou quebradas. Vidros que apresentam película de proteção deverão estar com o item de acordo com as especificações do Código de Trânsito Brasileiro.

Já veículos blindados devem apresentam blindagem especificada em documento e sem apresentar desgaste.

O chassi e o motor também podem passar por reprovação. Seus números devem ser visíveis, não podendo apresentar nenhum tipo de rasura ou raspagem.   

Cotação de seguro de carro com desconto

Agora que a vistoria veicular deixou de ser um segredo, é hora de deixar o seu veículo em dia e mais protegido. 

A contratação de um seguro vai complementar todos os cuidados que você deve ter com o seu automóvel. E na Smove, você vai encontrar os melhores preços e pacotes disponíveis no mercado.

Faça uma cotação e conte com a ajuda do nosso time de especialistas para encontrar o plano ideal para as suas necessidades. 

Receba as melhores dicas de seguro auto diretamente no seu e-mail
Seu nome
Obrigado! Em breve você receberá as melhor dicas no seu e-mail.

Leia também:

Faça sua cotação agora e mantenha seu veículo protegido!
Insira seu nome e sobrenome
Insira um e-mail válido
Insira um telefone válido
Segue a gente instagram youtube facebook
Categorias