Seguro de carros, valores: quais fatores influenciam no custo do seguro

Ao procurar por seguro de carros, valores costumam ser um dos itens que mais damos atenção e importância antes de assinar qualquer contrato. 

Aliás, pesquisar para encontrar algo mais barato é uma rotina para quem gosta de economizar. 

O que muita gente pode não saber, principalmente quem está contratando um seguro pela primeira vez, é que esses valores são bem variáveis. 

Esta diferença não está somente nos preços praticados por diferentes corretoras. Na verdade, existe uma série de fatores que causa impacto no cálculo final de quanto pagamos pelo seguro. 

Descubra quais são esses fatores que vão encarecer ou baratear a contratação e algumas dicas para você acertar na hora de proteger o seu veículo. 

Não perca tempo! Solicite um orçamento para o seguro auto ideal para você e seu bolso preenchendo este formulário. Aproveite!

Seguro de carros, valores. Como calcular o seu?

seguro de carros valores melhores valores
Fonte: Pxhere

Vai contratar um seguro para o seu carro e não sabe como é feito o cálculo? Fique tranquilo porque nós vamos explicar como as empresas chegam a esse valor. 

Não existe uma tabela que define o preço do seguro auto para cada tipo de veículo.

As seguradoras levam em consideração muitos fatores. Por isso o custo final pode variar até entre duas pessoas que tenham o mesmo modelo de automóvel.

Claro que o modelo do veículo e seu respectivo valor de mercado é um dos primeiros itens observados para se chegar ao “prêmio”, o quanto é pago pela contratação do seguro.

Mas os outros quesitos avaliados são tão importantes quanto. As corretoras observam a região de circulação e de residência, a frequência com que o carro é utilizado e até mesmo o perfil do condutor. 

Esses fatores influenciam diretamente nas chances da empresa contratada ter que indenizar o segurado no caso de um acidente ou de roubo ou furto do automóvel — o chamado sinistro. 

O tipo de cobertura escolhido também vai impactar no preço final. Atualmente, as empresas oferecem planos mais básicos, além da possibilidade de coberturas adicionais. 

Tendo todas estas informações é que as seguradoras calculam qual o valor pago para a contratação do seguro de carros.

Encontre o seguro auto mais barato

Para garantir que você terá vantagens exclusivas na cotação de seguro do seu automóvel, nosso time montou um processo customizado especialmente para cada orçamento.

Você pode confiar na Smove para encontrar planos sob medida, visando sempre o melhor custo-benefício. Faça a sua cotação e deixe a entrega com os nossos especialistas!

Como saber o valor do seguro de um veículo?

A melhor forma de descobrir o valor do seguro de um veículo é simulando a contratação deste tipo de serviço. 

Além das empresas, é possível encontrar sites que façam essa demonstração comparando os preços de diferentes seguradoras. 

Para cotar o valor do seguro, você deverá responder um breve questionário com informações essenciais para o cálculo. 

Questões como o modelo do carro e do perfil de quem está contratando são comuns, mas você deverá responder itens como o uso do veículo por terceiros ou o local onde o automóvel permanece durante a noite. 

Atenção para algo importante: é essencial prestar as informações corretas, pois em caso de acionamento do seguro, estes dados serão conferidos pela seguradora, que pode alegar fraude em casos de desacordo.

Descubra como cada item vai influenciar na cotação final do preço do seguro.

Modelo do veículo

seguro de carros valores modelo do veiculo
Fonte: Pxhere

Um dos itens mais importante e primeiro a ser analisado no cálculo do seguro. O modelo do veículo e o valor são essenciais. Afinal, é o bem que você está protegendo com a contratação do serviço. 

Mas se engana quem pensa que quanto mais caro o carro, maior será o preço do prêmio. O fator primordial, na realidade, é o índice de roubo de veículos. 

Quanto maior a chance de um carro ser alvo de bandidos, mais caro ficará o valor final. Por isso, um carro popular pode ter o valor do seguro bem parecido com o de um carro mais caro.

Além disso, a seguradoras levam em consideração outros fatores, como o ano de fabricação, as peças e dispositivos que o carro contém e o estado do carro — novo ou usado.

Ano de fabricação

Da mesma forma que o modelo influencia na cotação do seguro, o ano de fabricação é um fator também observado pelas seguradoras. 

Veículos recentemente lançados possuem duas tendências: 

  1. De ter um custo de reposição mais caro, o que é acrescentado no prêmio; 
  2. Índice de roubo maior, uma vez que são mais visados, fato que também contribui para aumento do preço. 

Além disso, o valor de mercado de carros novos é maior na tabela Fipe e esta é uma das variáveis mais importantes considera pelas empresas.

Novo, usado ou seminovo

Seguro de carros novo usado ou seminovo
Fonte: Pxhere

Há ainda o outro lado da moeda. Embora carros mais novos tenham fatores que indiquem um encarecimento do seguro, eles costumam apresentar menos defeitos ou outros tipos de problema.

Assim, na ponta do lápis, o valor ou mesmo o custo-benefício em relação ao seguro de um carro usado ou seminovo pode ser melhor. 

Vale lembrar que estes já possuem tempo de uso, por isso podem apresentar problemas com maior incidência, ocasionando o acionamento do seguro. 

Disponibilidades de peças

Encontrar peças para carros mais antigos pode ser mais difícil e o custo para esta reposição acabará entrando no cálculo final do valor do seguro.

Dispositivos de Segurança

seguro de carros dispositivo de segurança
Fonte: Unsplash

Carros que contam com dispositivos de segurança anti-furto, como rastreadores, costumam ter um desconto na hora de fazer um seguro. 

Isso acontece porque as chances de recuperar o veículo se tornam maiores pela presença destes sistemas. Assim, o valor gasto pela seguradora, se necessário, será o de perda parcial. 

Local de Residência

Na contratação do seguro de carros, valores também serão impactados pelo lugar onde a pessoa contratante mora. Neste fator, o que pesará é o risco de algum imprevisto na região.

Lugares considerados de alto risco são mais propensos a roubo. Desta maneira, as seguradoras vão cobrar um preço mais caro, pois a chance de indenizar o segurado se torna maior. 

Ainda em relação à residência, a disponibilidade de garagem também terá peso no valor final. 

Se o carro fica estacionado em um garagem, preferencialmente fechada, o custo será mais barato do que o de um carro que é deixado na rua. 

Frequência de tráfego

seguro de carros frequencia de trafego
Fonte: Pexels

O quanto o carro é utilizado para locomoção? Ele é utilizado constantemente para viagens? Por mais simples que as questões possam parecer, elas vão contabilizar na hora de calcular os valores do seguro auto.

A frequência e o local de tráfego são itens contabilizados pelas seguradoras na hora de definir o prêmio. 

Se o veículo é utilizado frequentemente, ele estará em maior exposição a possíveis danos ou imprevistos, encarecendo o preço. 

Da mesma maneira, se a região por onde este carro mais transita apresentar risco, valerá a mesma regra de uma residência em zona de risco.

As corretoras também questionam o local de estacionamento durante o trabalho e faculdade, por exemplo, para calcular o tempo de exposição do automóvel.

Perfil do motorista

Ao fazer a cotação do seguro de carros, é de extrema importância saber qual pessoa está conduzindo o veículo. 

Homem ou mulher? Casado ou solteiro? Quanto tempo de habilitação? Outras pessoas utilizam o mesmo carro para dirigir?

As respostas destas perguntas vão ajudar as seguradoras a definir qual a possibilidade de quem está dirigindo se envolver em algum acidente. 

E aqui, um alerta: se o carro é frequentemente usado por outra pessoa, esta informação, bem como o perfil do usuário, deverá constar na apólice. 

Idade

seguro de carros idade
Fonte: Unsplash

Como o fator idade influencia nos preços do seguro de um veículo? Simples, quanto mais jovem o condutor, maior será o preço do seguro. 

Isso acontece porque motoristas mais novos costumam ser considerados mais imprudentes pelas seguradoras. 

A idade mínima para tirar a Carteira Nacional de Habilitação no Brasil é 18 anos.

Diante disso, quanto mais novo for o condutor, menos tempo de experiência ao volante ele terá, um outro fator que é levado em consideração no cálculo do preço. 

Gênero

Não se trata de guerra dos sexos, mas constatação: seguradoras levam em consideração que mulheres são mais prudentes e atentas no trânsito do que os homens. Os números comprovam esta afirmação. 

De acordo com a Seguradora Líder, responsável pelo DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), 75% das indenizações de janeiro a outubro de 2018 foram pagas a vítimas masculinas.

Baseado em números e estatísticas, é possível concluir que a chance de mulheres se envolverem em algum sinistro e haver a necessidade de acionar o seguro é muito menor. 

Tempo de habilitação

seguro de carros tempo de habilitação
Fonte: Unsplash

Quanto maior tempo de habilitação do condutor, menor será o preço pago por ele na contratação de um seguro.

A explicação é até óbvia: motoristas com menos tempo de habilitação, logo, menos experientes, podem estar mais propensos a se envolverem em um acidente.

Já os que conseguiram a Carteira Nacional de Habilitação há mais tempo têm mais tempo de volante. Ou seja, considerados menos tendenciosos a terem acidentes.  

Estado Civil

Sim, o estado civil é um fator considerado ao fazer a cotação de um seguro. Indivíduos casados costumam pagar menos na hora da contratação. 

A explicação é pelo fato destas pessoas serem consideradas mais prudentes ao volante. Afinal de contas, ninguém quer colocar a família em risco, logo as atenções ao dirigir costumam ser redobradas.

Histórico de Condutor

Para se resguardar do possível pagamento de uma indenização, as seguradoras questionam sobre o histórico do condutor para avaliar os riscos de um possível sinistro.

São levadas em consideração questões como o envolvimento do motorista em acidentes, principalmente em períodos recentes, ou o total de pontos na carteira. 

Nos casos em que os condutores apresentarem maior propensão a se envolver em um incidente, a proteção se torna mais cara. 

Franquia escolhida

Quando você contrata um seguro para o seu veículo, além da cobertura desejada, você deve escolher qual o tipo de franquia irá pagar. 

A franquia é o valor fixo cobrado do segurado em casos de perda parcial do veículo nas despesas do sinistro. 

Se você se envolveu em um acidente e sua franquia é de R$ 1 mil, por exemplo, será o valor que você ficará responsável por pagar. 

Veja os tipos de franquia encontrados no mercado: 

  • A básica que equilibra o valor da franquia com o preço do seguro;
  • A reduzida,com franquia menor e prêmio maior;
  • A ampliada que possui franquia maior com menor custo na contratação.

Existe ainda a opção de isenção da franquia, mas nestes casos o valor da contratação do seguro se torna bem maior. 

Cobertura de seguro escolhida

seguro de carros cobertura de seguro escolhido
Fonte: Pexels

Com todas as informações fornecidas, o último fator de influência no preço do seguro é justamente o tipo de cobertura que você vai escolher. 

As coberturas básicas oferecidas pelas empresas geralmente protegem os carros em casos de acidente, incêndio e roubo ou furto do veículo. 

Você pode adicionar serviços extras, como carro reserva disponível, cobertura para vidros e retrovisores ou equipamentos do carro. Mas saiba que a cada novo serviço incluso, maior o valor cobrado do prêmio.

A melhor dica é: contrate os serviços que se encaixam dentro das necessidades que você terá para deixar o seu carro protegido e não ficar na mão em casos de urgência.

Não faz sentido o pedido de um carro reserva se você não for dependente do veículo.

Qual o valor médio de seguro de automóvel?

Para descobrir o valor médio na hora de contratar o seguro de automóveis, você deve levar em consideração todos os fatores listados acima e que interferem no cálculo final do prêmio. 

O valor médio em uma capital, por exemplo, será diferente do pago em uma cidade de interior, assim com haverá diferença de acordo com o perfil de quem está contratando a apólice. 

A melhor maneira de chegar a essa resposta é fazendo a cotação com diferentes seguradoras e de acordo com o seu perfil. 

Assim, você estará mais próximo de encontrar este valor e tomá-lo por base na hora de contratar o serviço.

Qual o melhor seguro para carros e mais barato?

Pode parecer uma resposta clichê, mas o melhor seguro para carros, assim como a melhor seguradora, será aquele que atender a todas as suas necessidades. 

Atualmente, as empresas têm oferecido coberturas muito próximas uma das outras, o que dificulta a escolha. 

Por isso, leve em consideração a facilidade de atendimento e outras vantagens que você possa encontrar na hora de assinar o contrato.

Lembre-se também que o barato pode sair caro. Ao deixar de incluir coberturas que atendam às suas necessidades apenas para pagar menos, você poderá ter um prejuízo maior em caso de algum imprevisto. 

Por isso, pesquise com muita atenção, verifique os benefícios e desvantagens oferecidos por cada corretora e feche o negócio que você sinta segurança para proteger o seu veículo.

Cote o seu seguro auto com exclusividade

Agora você está pronto para encontrar os melhores planos para o seu seguro de automóvel! 

Para isso, é simples: solicite o seu orçamento na Smove, e em instantes, um de nossos especialistas será responsável por encontrar a oferta que cabe no seu bolso — e claro, atendendo todas as suas necessidades e preferências.

Cotar um seguro para o seu veículo nunca foi tão fácil e prático! 

Receba as melhores dicas de seguro auto diretamente no seu e-mail
Seu nome
Obrigado! Em breve você receberá as melhor dicas no seu e-mail.

Leia também

Faça sua cotação agora e mantenha seu veículo protegido!
Insira seu nome e sobrenome
Insira um e-mail válido
Insira um telefone válido
Segue a gente instagram youtube facebook
Categorias