Rodízio de pneus: Vale a pena? Para que serve? Como fazer?

O rodízio de pneus é uma questão que gera bastante polêmica entre motoristas.

Diante da grande variedade de marcas e modelos de pneus disponíveis no mercado, é importante avaliar com atenção a melhor estratégia para o seu veículo, e muitas perguntas podem surgir no processo.

Afinal de contas, pra que serve? Vale a pena? E como fazer? Devo usar o estepe na rotação?

Para te ajudar com essas e outras questões, criamos um guia completo, com tudo o que você precisa saber sobre a rotação de pneus! Confira!

Você pode solicitar uma cotação de um seguro veicular na Smove preenchendo rapidamente este formulário. Acesse e aproveite os melhores preços e um atendimento altamente especializado.

Rodízio de pneus: o que é esta conhecida prática entre os motoristas?

O rodízio de pneus já é uma prática famosa entre motoristas. No entanto, não existe um consenso sobre a utilidade dessa estratégia, que já foi unanimidade no passado, mas divide opiniões hoje em dia.

Essa prática consiste em trocar a posição dos pneus do veículo entre os diferentes eixos (traseiro e dianteiro, incluindo ou não o estepe), para garantir que a borracha terá um desgaste equilibrado.

Qual o objetivo em fazer o rodízio dos pneus no seu veículo?

Rodizio de pneus objetivo
Fonte: Pxhere

Na prática, é exatamente o que parece: você troca os pneus de posição, o que supostamente gera mais estabilidade para o veículo, pois equilibra o desgaste dos pneus dianteiros e traseiros.

Quando você faz a rotação dos pneus, evita diferenças significantes entre dois pneus do mesmo eixo, o que favorece o automóvel na hora de frear ou fazer curvas.

Isso garante melhor desempenho do veículo, sobretudo em relação a dirigibilidade e eficiência dos freios. 

Quando fazer o rodízio de pneus?

Para aumentar a vida útil e conseguir o melhor desempenho do veículo, o indicado é sempre ler com atenção o manual do proprietário, pois as recomendações variam de acordo com modelo do carro e tipo de pneu.

Assim, você se certifica de seguir as orientações da própria montadora, evitando problemas e melhorando a funcionalidade do seu bem.

Em geral, o momento de fazer a rotação nos pneus acontece entre 5.000 km e 10.000 km rodados

Se o manual do seu veículo não aponta a quilometragem ideal, você pode trocar os pneus de posição a cada 8.000 km, no caso de pneus radiais, e 5.000 km para os pneus diagonais.

Posso acionar o seguro veicular em caso de problemas nos pneus?

Rodizio e pneus posso acionar o seguro
Fonte: Pxhere

Geralmente, os seguros automotivos cobrem danos a rodas e pneus que tenham sido atingidos em decorrência de um sinistro previsto em apólice, como colisão, roubo ou incêndio.

No entanto, é possível que você tenha direito a acionar a seguradora por problemas nos pneus. Todos os pacotes de assistência 24 horas incluem serviço de borracheiro no local.

Ou seja, se o seu pneu furar e você não souber ou puder trocá-lo, poderá acionar a assistência 24 horas para ter assistência no local.

Seguro veicular com os melhores preços na Smove!

Você pode cotar seguro automotivo barato com assistência 24 horas para seus pneus com a Smove!

Trabalhamos com as melhores companhias de seguro do mercado e vamos te ajudar a encontrar o melhor seguro para a sua necessidade e o seu orçamento!

Basta entrar no nosso site e preencher um breve formulário. Depois, é só esperar pelo contato de um dos nossos profissionais especializados no ramo de seguros automotivos.

Você receberá propostas personalizadas de seguro, baseadas em seu perfil de condutor e seus hábitos no volante, sem burocracias desnecessárias e com muita eficiência.

Não perca tempo e conte com a Smove para começar a proteger o seu carro hoje mesmo!

Vantagens e desvantagens em fazer o rodízio de pneus do seu carro

A unanimidade do passado sobre a efetividade do rodízio de pneus já não é mais a mesma. Atualmente, as opiniões estão divididas entre as vantagens e desvantagens do método.

Confira os prós e contras!

Vantagens em fazer o rodízio de pneus

Rodizio de pneus vantagens
Fonte: Pxhere

A maior parte das fabricantes de pneus aponta que a rotação é essencial para evitar problemas. 

Isso acontece porque os pneus dianteiros sofrem um desgaste maior que os traseiros, por conta de seu desempenho na tração e dirigibilidade do veículo. Ou seja, o desgaste entre os eixos é desequilibrado.

Como torna o desgaste mais uniforme, o rodízio prolonga a vida útil dos pneus.

Desvantagens em fazer o rodízio de pneus

Nem todas as fabricantes recomendam a rotação dos pneus, pois supostamente a prática não produz os efeitos esperados

A Renault, por exemplo, sugere a substituição dos pneus apenas quando estão comprometidos. 

Mesmo assim, recomenda uma espécie de rodízio: os pneus mais novos vão para as rodas traseiras, e os pneus mais antigos são instalados nas rodas da frente.

Já a BMW não indica a troca de posição dos pneus, pois produz modelos diferentes de pneus para a parte dianteira e a traseira, tornando o rodízio pouco ou nada efetivo.

Como fazer o rodízio de forma adequada?

Rodizio de pneus como fazer
Fonte: Pxhere

Cada montadora tem suas próprias recomendações a respeito do rodízio de pneus, que podem variar de acordo com o modelo do veículo e o tipo de pneu.

Antes de tudo, é preciso tomar nota de alguns detalhes e fazer certos procedimentos para assegurar a melhor performance do seu automóvel. Confira!

Pneus convencionais

Os pneus convencionais são os mais comuns no mercado brasileiro, também conhecidos como pneus simétricos bidirecional.

Isso quer dizer que esse modelo funciona bem em qualquer posição no carro, seja do lado esquerdo ou direito, bem como na parte dianteira ou traseira.

Nesse caso, o rodízio deve ser feito em X. Isso quer dizer que o pneu direito traseiro vai para a roda dianteira esquerda, enquanto o pneu dianteiro direito vai para a traseira esquerda, formando um X.

Alguns manuais indicam que o estepe também seja incluído nessa rotação, mas não deixe de conferir as condições ideais de rotação em cada modelo de veículo e tipo de pneu.

Receba as melhores dicas de seguro auto diretamente no seu e-mail
Seu nome
Obrigado! Em breve você receberá as melhor dicas no seu e-mail.

Pneus unidirecionais

Nem todos os pneus podem ser colocados em qualquer posição: é o caso dos pneus unidirecionais.

Esse modelo traz a banda de rodagem, ou seja, a parte do pneu que toca o solo, que funciona bem em apenas um sentido. 

Isso quer dizer que, se você colocar esse pneu do lado errado, prejudicará o desempenho do seu veículo, além de aumentar o desgaste do pneu instalado de maneira inadequada.

De qualquer forma, o rodízio é recomendado para esse modelo, com a vantagem de ser um procedimento mais simples. Você só precisa trocar o pneu direito dianteiro pelo direito traseiro e repetir o processo do lado esquerdo.

O importante é respeitar a orientação das faixas impressas para indicar o sentido de rodagem na lateral do pneu.

Pneus assimétricos

Assim como os pneus unidirecionais, os modelos assimétricos também contam com um desenho que indica seu sentido.

Nesse caso, a parte de “dentro” dos pneus, que fica virada para a carroceria, não é igual à parte de “fora”.

A rotação deve respeitar as indicações de outside e inside, ou seja, exterior e interior, respectivamente.

Quando se faz rodízio dos pneus, é preciso fazer alinhamento e balanceamento?

rodizio de pneus alinhamento e balanceamento
Fonte: Pxhere

Toda vez que você mudar os pneus de posição ou trocá-los, o indicado é fazer alinhamento e balanceamento do veículo

Dessa forma, você evita que qualquer desequilíbrio de balanceamento ou calibragem possa gerar desgaste excessivo nas peças, e comprometer a dirigibilidade e frenagem do seu carro.

O que fazer antes e depois do rodízio?

Trocar os pneus de posição não é o único procedimento que você deve fazer regularmente em seu veículo. É importante seguir algumas orientações para garantir o melhor desempenho dos pneus e do seu carro.

Confira as principais medidas que você precisa tomar para ter o máximo de desempenho do seu automóvel!

Revisão dos pneus 

Rodizio de pneus revisão
Fonte: Pxhere

Assim como você faz revisão e manutenção regular das partes mecânica e elétrica do seu veículo, é importante fazer uma revisão preventiva de rodas e pneus.

Dessa forma, você poderá identificar e reparar eventuais amassados, bolhas ou deformações que possam surgir na borracha e podem comprometer o desempenho e a segurança do seu veículo.

Além disso, uma vistoria nos pneus pode te ajudar a identificar e evitar problemas com peças e componentes, como a suspensão, já que deformações nos pneus podem gerar desgaste prematuro.

Revisão da suspensão

De nada adianta fazer um rodízio adequado nos pneus e não identificar ou reparar problemas na suspensão do veículo.

É importante fazer teste com os amortecedores, buchas, coxins, pivôs e terminais, para evitar desgaste excessivo ou prematuro.

Alinhamento e balanceamento

O alinhamento e balanceamento é uma etapa essencial após a rotação de pneus, pois trata-se de uma medida que pode evitar grandes prejuízos para o motorista.

Fique atento, ainda, à calibragem dos pneus: o ideal é repetir o procedimento a cada 15 dias, seguindo os parâmetros recomendados pelo manual de proprietário do veículo.

Perguntas comuns sobre pneus do veículo

Rodizio de Pneus peguntas comuns
Fonte: Pixabay

O rodízio não é a única pergunta que pode surgir em relação aos pneus do seu automóvel. Confira as perguntas mais frequentes e suas respostas para rodar com segurança!

Os pneus do carro têm prazo de validade?

Em geral, os pneus não têm validade. No entanto, grande parte das fabricantes estipula um período de garantia de cinco anos.

O importante é ficar atento à condição dos pneus do seu veículo e fazer a troca de acordo com o desgaste: quanto mais quilômetros você rodar, mais os pneus vão se desgastar e menor será a sua durabilidade.

O que é pneu careca?

O pneu careca é aquele pneu que já ultrapassou suas condições de funcionamento com segurança. 

O nome se deve ao fato de que a banda de rodagem, ou seja, a parte que toca o solo, está lisa, com profundidade inferior a 1,6 mm, o que prejudica a aderência do pneu ao solo.

Qual o perigo de dirigir com o pneu careca?

Rodizio de pneus qual o perigo de dirigir com pneus usados
Fonte: Pxhere

Quando a banda de rodagem está lisa, o pneu não funciona da forma como deveria e o carro não roda com segurança.

Os frisos do pneu precisam estar dentro dos parâmetros adequados para evitar a perda de aderência e drenagem de água, por exemplo, o que pode gerar aquaplanagem em dias de chuva ou derrapagem.

Qual o período recomendado entre uma calibragem e outra?

O intervalo entre as calibragens vai variar de acordo com o uso do veículo.

Dentro das condições normais de utilização, o indicado é calibrar os pneus a cada duas semanas. 

Os motoristas que rodam por longas distâncias, por sua vez, devem providenciar a calibragem a cada 500 quilômetros rodados para evitar problemas.

Se você roda pouco, pode esperar um pouco mais: nesse caso, uma calibragem por mês pode ser o suficiente.

Os pneus de um automóvel podem gerar multas?

Rodizio de pneus pneus usados podem gerar multas
Fonte: Pxhere

Se os pneus do seu carro estiverem carecas, você pode, sim, ser multado!

O Código Brasileiro de Trânsito não aponta que a má condição dos pneus é uma violação, mas é infração conduzir o automóvel em estado de conservação inadequado.

Nesse caso, a infração é grave e o motorista perde cinco pontos na carteira, além de receber uma multa no valor de R$ 195,23.

Quais cuidados devo tomar com o estepe?

É preciso garantir a boa conservação do estepe para poder contar com esse pneu reserva na hora em que precisar.

Confira frequentemente as condições do estepe: verifique se ele está com a calibragem adequada, se não está vazio, furado ou rasgado.

Afinal de contas, o estepe fica exposto a condições severas, como altas temperaturas, e pode ser danificado mesmo que não esteja em uso.

Se o seu estepe não estiver em boas condições, você pode até ser multado: rodar sem equipamentos obrigatórios ou com equipamentos ineficientes e/ou inoperantes é infração grave.

O motorista que não tem um estepe em condições adequadas de uso perde cinco pontos na carteira e precisa pagar multa no valor de R$ 195,23.

Seguro veicular cobre reparos e trocas de pneus do seu carro?

Em geral, toda apólice de seguro inclui troca de pneus dentro do pacote de assistência 24 horas, ou seja, você pode acionar o seguro para o procedimento.

No entanto, a seguradora não deve cobrir danos causados aos pneus, pois é um dos componentes do veículo mais suscetíveis a prejuízos. 

Dessa forma, para evitar dor de cabeça, a melhor alternativa é fazer a manutenção e troca regular dos pneus.

Cotação seguro de carro barato

Você pode simular o seu seguro de carro barato com a Smove, incluindo o pacote de assistência 24 horas para proteger os seus pneus!

Temos uma equipe especializada no ramo de seguros automotivos, em parceria com  as melhores companhias de seguro do mercado, para te ajudar a contratar a melhor opção para a sua necessidade e o seu bolso!

Tudo que você precisa fazer é entrar no nosso site e preencher um breve formulário

Em seguida, basta aguardar o contato de um dos nossos especialistas, com propostas personalizadas de acordo com o seu perfil e seus hábitos, sem burocracias desnecessárias.

Não perca tempo e comece a proteger o seu carro hoje mesmo, com a Smove!


Leia também:

Faça sua cotação agora e mantenha seu veículo protegido!
Insira seu nome e sobrenome
Insira um e-mail válido
Insira um telefone válido
Segue a gente instagram youtube facebook
Categorias